sábado, 10 de novembro de 2012

ATO FINAL



E  COMO  DIZIA  O  CONDE...
EU  ATRAVESSEI  OCEANOS  DE  TEMPO PRA TE ENCONTRAR.
E  O  QUE  ACHEI  FOI  UM  ANJO
CUJO  AMOR  TÃO  PEQUENO E  FRÁGIL
NÃO  RESISTIU  A  PALAVRAS  DESTORCIDAS...
PIOR.
ANJO  PODE  SER  CRUEL
JULGA...
CONDENA...
SEM  DAR  CHANCE  DE  DEFESA
DECRETA UMA PENA
E  A  EXECUTA.
AH....  AMOR..
EFÊMERO
FRACO
COVARDE
QUE SE OCULTA EM BELAS PALAVRAS
PALAVRAS
SEM  ATOS  ..... VAZIAS
SONHOS QUE NAO   SE  REALIZAM..
DEVANEIOS  DE  UMA  ALMA...
 
SONIA  MARIA  CORDEIRO
( SÃO  PAULO  )

Nenhum comentário:

Postar um comentário